Acantonamento: como trabalhar a coesão do grupo?

Diversão, Risos, Emoções, Amor, Carinho, Liberdade foram algumas das palavras que o jovem Leonardo utilizou para descrever a sua experiência de acantonamento com o CDIJ MOSAICO que se realizou nos dias 10 e 11 de dezembro.

A vontade de promover a coesão do grupo de jovens e da equipa levou-nos a dois dias de memórias felizes e novas experiências enquanto grupo, da qual resultou um grupo mais unido, mais tolerante, que se soube tanto respeitar em conjunto como rir junto.

Este tipo de atividade é complexo e exigente até no nível de informalidade que pede. No entanto, os benefícios são incontáveis. Não só os jovens têm possibilidade de estar em locais que não visitam tão frequentemente como gostariam, como a equipa tem a oportunidade de trabalhar com os jovens o saber estar, saber fazer e saber ser. Assim, o estar longe da família foi um exercício de autonomia e confiança; ouvir e acatar as instruções da equipa foi um exercício de respeito; brincar, rir e tirar fotografias entre as luzes de Natal foi um exercício de descontração e lazer saudável; escutar e apoiar os mais apreensivos foi um exercício de empatia. No final, os sorrisos nos rostos de todos os presentes são de quem sente que pertence, e o sentimento de pertença é dos sentimentos mais realizantes que existe.

Respeitando as recomendações e normas de segurança, todos os envolvidos realizaram testes rápidos ao covid-19 previamente à atividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.